Requisitos para comprar um azeite de boa qualidade

Requisitos para comprar um azeite de boa qualidade

1- Nome. O bom azeite é o  EXTRA-VIRGEM. Há no mercado outros tipos de azeite (azeite virgem, ou o “azeite de oliva”, que não possuem boa qualidade. Assim sendo, saiba as diferenças entre eles:

  • Azeite de oliva extra-virgem:  É o melhor azeite de todos. Ele vem da primeira prensagem das azeitonas, contém acidez de no máximo 0,8% (o ideal mesmo, é que a acidez seja abaixo de 0,5%).  Além do ótimo valor nutricional , o azeite extra-virgem com baixa acidez e prensado a frio tem um sabor e aroma bem melhores que os demais.
  • Azeite virgem: É um azeite com teor de acidez mais elevado (1-4%) do que o azeite extra virgem, por isso retém somente alguns dos seus aromas, sabores e propriedades naturais. Este tipo de azeite, contêm maior quantidade e ácidos graxos livres do que monoinsaturados, tornado-o um azeite de baixa qualidade nutricional.
  • Azeite de oliva: Esse é o óleo estocado em grandes quantidades nas prateleiras dos supermercados. É um óleo comum e de baixa qualidade (como o de soja, por exemplo) misturado a uma grande quantidade de  azeite virgem, mais uma pequena quantidade do azeite refinado. Normalmente estes tipos de azeite tem um preço mais acessível, mas não são as melhores opções, definitivamente.

2- Embalagem. O ideal é que o azeite venha em garrafa de vidro ou cerâmica de cor escura, para evitar a oxidação e para evitar contaminação por substâncias químicas (o que acontece com as latas).  Sempre armazene o azeite longe da luz solar e calor, para evitar que ele se deteriore, torne-se rançoso e de baixa qualidade nutricional.

3- Acidez. Os bons azeites contêm acidez igual ou menor a 0,5%. Esta informação deve vir no rótulo, obrigatoriamente. O grau de acidez indica a quantidade de ácidos graxos livres e ácidos graxos monoinsaturados do azeite. qanto mais ácidos graxos monoinsaturados, melhor a qualidade do azeite.

4- Coloração. Os bons azeites tem uma coloração mais escura, um amarelo-esverdeado-escuro. Quanto mais claro, pior é a qualidade do azeite. Obs. A observação da cor somente não é garantia da qualidade do seu azeite, o ideal é que você verifique todos os outros requisitos para ter certeza da qualidade do produto que está comprando.

5-  Validade. Não adianta cumprir todos os requisitos e se esquecer de olhar a validade do produto na embalagem. Compre sempre num prazo de validade que esteja dentro do tempo que vc vá consumir!

 

Cocada saudável

Ingredientes:

  • 2 xícaras de coco ralado
  • 3 claras

Modo de Preparo:

  • Em uma tigela misture os ingredientes. Unte uma forma com óleo de coco (pode ser outro óleo também). Com uma colher de sobremesa, faça as cocadinhas e coloque na forma.
  • Aqueça o forno à uma temperatura de 175°C e coloque a forma de cocadinhas para assar por 15 minutos (não deixe mais do que esse tempo para não ficar muito seca). Coloque em potes e guarde por até 7 dias na geladeira.

 

  • cocadinha025

Crepioca = crepe + tapioca = delícia

Ingredientes:

  • 2 col. sopa de goma de tapioca hidratada
  • 2 col. sopa de farinha de linhaça ou de chia ou de berinjela ou de quinoa  :p
  • 1 ovo caipira
  • água o suficiente para deixar a massa lisinha

Modo de Preparo:

  • Em uma tigela, junte a farinha de linhaça (ou a outra farinha funcional de sua preferência), a goma de tapioca, o ovo, a água e o sal até ficar uma massa lisa (mais para líquida do que para espessa).
  • Espalhe de quatro a cinco colheres de sopa em uma frigideira média antiaderente aquecida (não muito quente) e asse dos dois lado.
  • Recheie a gosto. Rende de duas porções!

Essa receita é da @chefpaty! Bom apetite!crepioca

Sopa de couve flor e curry

(Rende 5 porções – 129 kcal por porção)

Ingredientes:

  • 3 col. (sopa) de óleo de coco extra-virgem
  • ½ cebola cortada em cubos
  • 1 ½ col. (chá) de sal marinho
  • ½ col. (chá) de curry em pó
  • ½ col. (chá) de páprica picante
  • Pimenta-do-reino moída a gosto
  • 1 couve-flor picada
  • Caldo de legumes caseiro*
  • 1/3 de maço de cebolinha verde picada

Preparo:Coloque o óleo de coco numa panela e aqueça. Adicione a cebola e deixe-a murchar com o sal. Depois, junte o curry, a páprica e a pimenta-do-reino e refogue um pouco com a cebola. Acrescente a couve-flor e refogue por alguns minutos. Junte o caldo de legumes com a cebolinha picada. Cozinhe em fogo baixo até que a couve-flor esteja macia. Feito isso, bata bem a sopa no liquidificador e depois ferva. Sirva bem quente!

Sopacouveflorecurry

Por que levar comida de casa?

Nada como a comidinha de casa, não é mesmo? Mas então, quais as vantagens da tradicional comidinha caseira? veja o que diz uma pesquisa realizada por Gorgulho, Bartira Mendes (2012):

– Os homens que comem fora de casa tem mais sobrepeso e obesidade, quando comparados aos que comem em casa

-27% das pessoas que comem fora de casa alimenta-se em restaurantes e 17%, nas redes de fast food

-Ao prepararmos nossa própria refeição, temos maior controle sobre a qualidade dos alimentos, pois sabemos como foram preparados e como serão armazenados

-Podemos fazer preparações de acordo com nossas preferências e optar por alimentos  saudáveis e temperos naturais

-Diminuímos o consumo de sódio, açúcar, gorduras trans e saturadas,  além do famoso “óleo reutilizado” inúmeras vezes (prática muito comum em restaurantes e redes de fast food)

Cuidados na hora de preparar o seu pratinho sagrado ou “marmita caseira”:

-Planeje-se, pense no cardápio da semana (ou siga o cardápio sugerido pela sua nutri) e faça as compras daquela semana pensando nele;

-Alimentos prontos devem ser consumidos em 24 horas,  desde que refrigerados corretamente. Prepare no dia anterior e mantenha refrigerado até o dia seguinte, na hora de preparar sua marmita;

-Evite leite e derivados, molhos e maioneses, pois estragam facilmente;

-Use recipientes diferentes para alimentos frios/crus e quentes

-Leve as frutas em recipientes para não amassarem na bolsa, e também para evitar odores na mesma;

Referência: Gorgulho, Bartira Mendes. Alimentação fora do lar e sua relação com a qualidade da dieta de moradores do município de SP. Estudo ISA – Capital [dissertação] São paulo. Universidade de São Paulo,  Faculdade de Saúde Pública (2102)

 

marmita-melhor-opção-hora-almoço

Da série “Alimento do dia”: Uma maravilha chamada Açafrão ou Cúrcuma

O Açafrão da terra ou Cúrcuma, como também é chamado,  é extraído dos estigmas de flores de Crocus sativus, uma planta da família das Iridáceas. É utilizado desde a Antiguidade como especiaria, principalmente na culinária do Mediterrâneo  — região de onde a variedade é originária — no preparo de risotos, aves, caldos, massas, doces e bebidas.  

O açafrão  tem sido empregado para fins medicinais, há séculos.  Muito conhecido por suas propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, pesquisa recente revelou que a cúrcuma é uma verdadeira maravilha natural! As propriedades terapêuticas da especiaria se devem à presença da “curcumina”, substância ativa utilizada na cura ou prevenção de diversas infecções e doenças como Câncer, Alzheimer, Depressão ou simplesmente para melhora da qualidade de vida.

Aqui estão algumas razões para adicionar açafrão à sua dieta:

-É um agente natural anti-séptico e antibacteriano, útil na desinfecção de cortes e queimaduras.-Ajuda a aliviar dores de garganta.

-Previne a formação de  células cancerosas e faz com que as já existentes “morram”. Foi demonstrado que a especiaria pode  parar o crescimento de novos vasos sanguíneos em tumores. Além disso, ajuda a impedir a ocorrência de metástases em diversas formas de câncer.

-Algumas pesquisas provaram que ajuda na cura e prevenção de diversos tipos de câncer, como o de próstata, mama e pâncreas.

-Reduz os  efeitos colaterais da quimioterapia.

-Quando combinado com couve-flor, tem mostrado ser um excelente agente de prevenção do câncer da próstata e a retenção do crescimento do câncer de próstata existente (Fazer como uma sopa, adicionando o alho, leite de coco e açafrão)

-Ajuda no tratamento da psoríase e outras condições inflamatórias da pele como acne, eczema, estrias.

-Reduz o risco de leucemia infantil.

-Auxilia no tratamento da Doença de Chron e outros problemas intestinais.

-É um desintoxicante natural do fígado.

-Previne e retarda a progressão da doença de Alzheimer, através da remoção do acúmulo de placa bacteriana amilóide no cérebro.

-É um potente anti-inflamatório natural, que funciona como muitas drogas anti-inflamatórias, mas sem os efeitos colaterais causados pelas mesmas.

-Tem se mostrado promissora em retardar a progressão da esclerose múltipla em ratinhos.

-É um analgésico natural, diminui diversos tipo de dor.

-É benéfico para o metabolismo das gorduras, o que pode ajudar no controle do peso.

-Tem sido muito utilizado na medicina chinesa como um tratamento para a depressão.

-Devido às suas propriedades anti-inflamatórias e analgésicas,é um tratamento natural para artrite reumatóide, dores musculares, cãibras, dores de cabeça.

-Aumenta os efeitos da droga paclitaxel quimioterapia e reduz seus efeitos colaterais.

-Acelera a cicatrização de feridas e auxilia na remodelação da pele danificada

-Há estudos em andamento dos efeitos positivos da cúrcuma sobre mieloma múltiplo.

Formas de Consumo: O açafrão pode ser tomado em pó, em forma de  raíz fresca ou em pílulas (normalmente de 500 mg).

Contra-indicações: A cúrcuma não deverá ser utilizada por pessoas com cálculos biliares ou obstrução biliar. O consumo também  é contra-indicado a gestantes, pois  pode  estimular as contrações  uterinas e levar a aborto.

946656_538064632918799_890401943_n

 

Canja de galinha – receita da velha de guerra!

Estudos científicos comprovam os benefícios da canja de galinha à saúde. Além de leve e gostosa, é uma sopa nutritiva e bem  fácil de fazer, boa pra qualquer hora! Confira a receita!

Ingredientes:

  •  500g de coxas de frango sem pele
  •  7 xícaras (chá) de água filtrada
  •  1 folha de louro
  •  8 dentes de alho
  • 1 pitada de açafrão em pó
  •  2 colheres (chá) de sal marinho ou sal rosa
  •  salsa e cebolinha desidratada  a gosto
  •  ½ xícara (chá) de arroz
  •  3 cenouras

Preparo:

  • Numa panela grande, colocar o frango, á agua, o louro, o açafrão e os dentes de alho cortados ao meio e 1 colher de sal. Ligue o fogo e deixe cozinhando por cerca de 15 minutos. Conforme a água ferve, uma espuma se formará na superfície. Retire a espuma com uma colher grande.
  • Quando o frango estiver quase completamente cozido, adicione o arroz escolhido e lavado, as ervas desidratadas e o restante do sal. Cozinhe até que o arroz esteja quase cozido (cerca de 10 minutos).
  • Acrescente as cenouras cortadas em rodelas finas e o restante do sal (1 colher de chá). Quando a carne do frango começar a soltar do osso, desosse as coxas e devolva a carne para a panela. Quando a cenoura estiver cozida, desligue o fogo.
  • Sirva quente, regado com um fio de azeite extra-virgem e  jogue cebolinha e salsinha por cima.

Rendimento: 4 porções        Bom apetite! 🙂

canjadegalinha

Filé de frango saudável

Ingredientes:

  • 5 filés de frango (se possível opte pelo frango sem hormônio)
  • sal marinho a gosto
  • pimenta do reino moída e ervas a gosto
  • ½ xícara (chá) de vinho branco seco

Ingredientes para o recheio:

  • 2 colheres (sopa) de óleo de amendoim ou óleo de girassol
  • 1 maço de brócolis cozido e picado
  • ¼ xícara (chá) de aveia em flocos
  • 1 xícara (chá) de requeijão light
  • alho a gosto
  • sal marinho a gosto

Ingredientes para empanar:

  • 1 xícara (chá) de aveia em flocos
  • ½ xícara (chá) de gergelim
  • sal a gosto
  • pimenta do reino a gosto
  • 2 claras

Preparo do Recheio:

  • Refogue o alho no óleo de amendoim ou de girassol. Acrescente o brócolis picado e mexa por alguns minutos em fogo médio. Junte a aveia, o requeijão, o sal e a pimenta. Misture bem e reserve.

Preparo do Frango:

  • Corte cada filé, abrindo-os formando um bife fino e grande.
  • Tempere os filés com sal marinho, pimenta e o vinho branco. Deixe-os neste tempero por 30 minutos. Divida o recheio em partes iguais e recheie cada filé. Feche-os com palitos de madeira.

Como Empanar:

  • Misture a aveia, o gergelim, o sal e a pimenta. Passe os filés nas claras batidas com um garfo e, em seguida, na mistura de aveia e gergelim. Leve-os para assar em um refratário untado com azeite em forno preaquecido, a 180º C, por aproximadamente em 40 minutos, virando na metade do tempo, ou até que a superfície esteja levemente dourada e crocante

Sugestão de acompanhamento: batata doce cozida ou assada, levemente dourada no azeite com  alecrim e ervas.

Bom apetite! :
Filé de Frango Empanado com Aveia e Gergelim Recheado com Brócolis

Pão sem glúten – outra versão

Para a alegria dos celíacos ou adeptos a vida sem glúten, vai mais uma receitinha de um pãozinho delícia, fica bem macio! 😉

Ingredientes:

  • 4 ovos inteiros (de preferência orgânicos)
  • 1 1/2 xícara de chá de leite zero lactose ou leite de coco ou leite de avelã ou leite de arroz ou leite de aveia ou leite de avelã (ufa!)
  • 1 pote de iogurte natural desnatado (pode ser com ou sem lactose)
  • 1 xícara de chá de farinha de arroz
  • 1/3 xícara de chá de farinha de milho (fubá)
  • 1/3 xícara de chá de farinha de mandioca
  • 1/3 xícara de chá de fécula de batata (ou grão-de-bico)
  • 2 colheres de sopa de farinha de linhaça (opcional)
  • 1/2 xícara de chá de óleo de girassol ou óleo de amendoim ou óleo de coco
  • 1 colher de chá de sal marinho
  • 1 colher de sopa de açúcar demerara
  • 1 colher de chá de fermento para pão
  • Nozes, castanhas, amendoas, pistaches, sementes de girassol, etc (faça um mix com suas oleaginosas preferidas)

Modo de preparo:

  • Bater em liquidificador ou mixer os líquidos todos e acrescentar os secos. Colocar em forma untada (pão de forma), deixar crescer até dobrar de volume.
  • Levar em forno pré-aquecido à 180 graus e aumentar para 220 graus.

RECEITA-MARCELO-FACINI-PAO-SEM-GLUTEN